assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Inquérito contra Holiday é mácula à democracia

Ler na área do assinante

O Ministério Público de São Paulo pediu a abertura de inquérito policial contra o ‘garoto’ Fernando Holiday, para apurar suspeita de crime eleitoral nas eleições de 2016.

Holiday teve um desempenho extraordinário e foi eleito vereador com 48.055 votos.

Entretanto, para o promotor José Carlos Mascari Bonilha, Holiday fez campanha em sua página do Facebook no dia da eleição, o que, segundo o representante do Ministério Público, é considerado crime eleitoral.

Interpretação medíocre e absoluto preciosismo.

Página do Facebook é pessoal.

Algemem e amordacem os candidatos no dia das eleições.

A lei deve ser interpretada com bom senso, sob pena de se macular a democracia e a vontade popular.

Edmundo Zanatta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários