‘Foro privilegiado’ salva filho de José Dirceu

Não tivesse ‘foro privilegiado’ o filho do ex-ministro José Dirceu já estaria nas mãos do juiz Sérgio Moro.


O Ministério Público Federal pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) na sexta (30) a abertura de inquérito para investigar o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) na Lava Jato.

O deputado deverá ser investigado por lavagem de dinheiro.

Três delatores da Lava Jato que fizeram acusações contra o ex-ministro realizaram doações para a campanha a deputado federal de Zeca Dirceu na eleição de 2010.

O procedimento está sob segredo de Justiça e, por esse motivo, o tribunal não divulga detalhes sobre a solicitação do chefe do Ministério Público e nem mesmo sobre as acusações contra Zeca Dirceu.

Caberá ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, autorizar ou não a abertura do inquérito.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Política