Polícia Federal avança sobre petistas que ainda permaneciam incólumes

Parece que não vai sobrar ninguém para a apagar a luz.


Nesta terça-feira (4) a Polícia Federal realiza  a operação ‘Hidra de Lerna’, cumprindo 16 mandados de busca e apreensão na Bahia, Distrito Federal e Rio de Janeiro.

O governador da Bahia Rui Costa (PT), até então incólume, é um dos principais alvos.

Também são investigados, dois ex-ministros, Mario Negromonte e Marcio Fortes.

O delator Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, o Bené, disse que Marcio Fortes, ministro das Cidades do governo Lula, recebeu 1 milhão de reais em propina para dar a conta de publicidade da pasta a agência Propeg, em 2010. 

A PF investiga um grupo criminoso responsável pela possível prática de financiamento ilegal de campanhas políticas na Bahia e por esquemas de fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades.

A ‘Hidra de Lerna’ é um desdobramento da Operação Acrônimo, que também tem um outro governador petista enroladíssimo, Fernando Pimentel, de Minas Gerais.

Hidra de Lerna, se refere a uma monstruosa figura da mitologia, que, ao ter a cabeça cortada, ressurge com duas cabeças.

Em Salvador os mandados estão sendo cumpridos na sede do PT, na agência Propeg e na OAS.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça