Números voltam a crescer e o Brasil se afasta das terríveis consequências da pandemia

Ler na área do assinante

Em abril, o Brasil criou 196.966 novos empregos formais.

O saldo é resultante de um total de 1.854.557 admissões e de 1.657.591 desligamentos. Com isso, os trabalhadores celetistas no país estavam, naquele mês, em 41.448.948 vínculos, o que representa uma alta de 0,48% na comparação com o mês anterior, segundo dados do balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados hoje (6).

De acordo com o Novo Caged, o saldo está em 770.593 empregos no acumulado de 2022, número que decorre de um total de 7.715.322 admissões e de 6.944.729 desligamentos.

Em 2021, foram gerados mais de 2 milhões de empregos.

De acordo com o secretário-executivo do Ministério do Trabalho, Bruno Dalcolmo, 2021 foi um “histórico positivo” resultante de fatores como a recuperação da economia após a COVID-19 e a atuação dos benefícios que visaram a manutenção do emprego e da renda.

“Dito isso, a expectativa para 2022 é bastante positiva, com criação entre 1,5 milhão e 2 milhões de empregos [até o final do ano]”.

Os resultado do "fique em casa", "tranca tudo" e do "lockdown" foram terríveis, mas, cada vez mais, o Brasil se afasta das terríveis consequências da pandemia.

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

Conheça também a Cerveja Artesanal Bolsonaro, CLIQUE AQUI!

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar