Preso, ex-assessor de Palocci opta pelo suicídio

Seria mais uma morte a marcar a ‘Era PT’. Não deu certo, Branislav Kontic resistiu a 40 comprimidos de um medicamento ainda não revelado.


Passou muito mal, foi transferido da carceragem em Curitiba para o Complexo Médico Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana da capital paranaense, onde já se encontra fora de risco de morte.

Tais fatos aconteceram no dia 30 de setembro, logo após Kontic tomar conhecimento de que sua prisão temporária tinha sido convertida em preventiva.

O petista, parceiro de Palocci, tem sobre si seríssimas acusações de intermediação de negociatas em favor da Construtora Odebrecht, em troca de polpudas propinas.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre