CNN Brasil está mais perdida do que nunca e sobra até para William Waack

Ler na área do assinante

Eu avisei, se você acompanha nossos artigos no JCO, quando a jornalista Renata Afonso foi contratada para CEO da CNN, antecipei que o trabalho anterior na TV TEM era mais do mesmo – pautas identitárias e forte viés de esquerda. Isso foi em junho do ano passado. Em um ano já deu resultado (negativo, claro) e onde a esquerda impera tem sempre o eleito colateral, a cizânia.

Conforme noticiado no site 'Na Telinha', publicado no Portal Uol, a confusão mais recente envolveu o veterano William Waack que quase foi “despejado” de sua sala na CNN Brasil:

O episódio ocorreu há duas semanas, quando o jornalista estava no local trabalhando e foi informado que deveria deixar o espaço, por ordem da direção, e passar a ocupar a redação compartilhada, como os demais colegas. O veterano foi tirar satisfações com a chefia e a reunião teve ânimos alterados, com direito até a ameaça de quebra de contrato. 
A sala que ele ocupa na redação é exclusiva, uma regalia destinada a pouquíssimos profissionais. O privilégio decorre do fato de que o jornalista sempre foi um dos principais nomes desde a fundação do canal de notícias no Brasil, em 2020, diz a reportagem.
Waack se recusou a obedecer a ordem e questionou diretamente a direção da CNN. Após uma intensa discussão, ele venceu a briga e continuará ocupando sua sala, pelo menos por ora. O local é usado por ele para apurações especiais, conversas com fontes exclusivas e importantes nomes da cena política brasileira, com quem o veterano tem ligação direta, prosseguiu o texto.

Ainda de acordo com o canal de notícias, a determinação para a saída de Waack da sala que ocupa atualmente tem o intuito de viabilizar a ampliação da redação. O espaço deve passar por reformas em breve para que a área de trabalho dos jornalistas fique maior e com novo layout, o que vai implicar na derrubada de algumas salas exclusivas.

A CNN Brasil também destacou que, para conversas privadas, o canal disponibiliza uma sala de reunião para seus profissionais.

De acordo com a assessoria, não procede que William Waack tenha sido despejado. Em fevereiro deste ano, William Waack deixou o comando do Jornal da CNN, principal telejornal do canal, para assumir o programa diário WW, também exibido no horário nobre. Em seu lugar, entrou a jornalista Monalisa Perrone. 

A verdade é que o tempo do jornalismo-engajado acabou. Esse ‘consórcio de imprensa’ contra o governo federal era o canto do cisne de velhas mídias, porque a recém criada CNN-Brasil embarco nessa jamais entenderemos.

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Na Telinha - Porta UOL

da Redação
Ler comentários e comentar