Governo divulga dados, acaba com narrativas e mostra o empenho nas buscas por Dom Phillips e Bruno

Ler na área do assinante

A Secretaria de Comunicação do governo federal (Secom) informou neste final de semana que mais de 300 funcionários - entre militares, policiais federais, servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) e integrantes das Forças Nacionais - foram deslocados para ajudar nas operações de busca e investigação do paradeiro do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

Os corpos de Dom Phillips e de Bruno Pereira já foram localizados e identificados. O corpo de Bruno, que foi periciado, tinha 3 perfurações de armas de grosso calibre - duas no tórax e abdôme e uma na cabeça. O laudo determinou que a causa da morte foi "traumatismo toracoabdominal e craniano".

“Em rápida ação, nesta sexta-feira, a perícia da Polícia Federal, com base em exames de odontologia legal combinados com a antropologia forense, identificou que o material biológico encontrado é do jornalista Dom Phillips”, informou a Secom em nota.

Infográfico Operação Javari:

As buscas foram realizadas em uma área equivalente a mais de 3 mil campos de futebol - cerca de 26,4 km².

Na tarde de sábado (18), a Polícia Federal prendeu mais um acusado de envolvimento nos assassinatos.  

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

Conheça também a Cerveja Artesanal Bolsonaro, CLIQUE AQUI!

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar