Ameaça de delação de Palocci é ‘recado’ para empresários

O ex-ministro Antônio Palocci parece que está propenso a cumprir a ameaça feita por dona Margareth Palocci quando de sua prisão.


Na época, a esposa de Palocci atribuiu tudo o que estava acontecendo ao ex-presidente Lula e teria dito uma frase crucial, ‘Antônio não tem vocação para Vaccari’.

No dia 1º deste mês, um dia após a prisão do marido, dona Margareth já estava em Curitiba, conforme foi revelado com exclusividade pelo Jornal da Cidade (veja aqui). 

Eis que nesta terça-feira (11), o jornal Folha de S. Paulo, na coluna de Mônica Bergamo, anuncia que Palocci estuda a hipótese de fazer delação premiada e já fala abertamente sobre o tema em Curitiba.

Analistas políticos entendem que a ameaça do ex-ministro é um ‘recado’ para o empresariado, vez que ele foi indubitavelmente o principal interlocutor da classe na era Lula/Dilma Rousseff. 

Batochio, o advogado, nega a delação.

O fato é que se Palocci abrir a boca, a longevidade da Lava Jato se alongará indefinidamente.

É só aguardar.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça