desktop_cabecalho

Governador do Texas culpa Biden por 42 imigrantes mortos asfixiados em caminhão

Ler na área do assinante

O governador do Texas, Greg Abbott, demonstrou extrema indignação com o presidente dos Estados Unidos, o democrata Joe Biden. Nesta segunda-feira (27), o republicano publicou mensagem no Twitter e acusou o líder de seu país de ser o responsável por 42 pessoas mortas em caminhão, na cidade de San Antonio, fronteira com o México.

- Essas mortes são culpa de Biden. São resultado de sua política mortal de fronteiras abertas. Elas evidenciam as consequências mortais de sua recusa em fazer cumprir a lei - disse, o governador, profundamente, consternado com a asfixia.

O Departamento de Proteção de Fronteira dos EUA registrou um grande fluxo de entrada de imigrantes no país: mais de 1,5 milhão de pessoas.

Quando são flagrados entrando em território americano, ilegalmente, essas pessoas ficam presas em contêiners ou caminhões até serem encaminhadas de volta ao seu país. Mas, a oposição ao Governo Biden afirma que há outro lado nessa história: migrantes de El Salvador, Guatemala, Honduras e México têm procurado residir nos Estados Unidos porque Biden relaxou, propositadamente, as regras de entrada, antes, proibidas na Gestão Trump. O resultado disso é que a procura aumenta e já equivale a um número 89% maior do que o registrado em 2019 e 2020.

Mesmo com as críticas, Biden continua abrindo as "porteiras" do país e, mês passado, lançou programa que pretende ampliar a entrada de cubanos nos EUA.

A eleição está chegando... Está na hora de você estampar todo o seu amor pelo Brasil!

Já garantiu a sua camiseta, bandeira e faixa?

Tudo isso e muito mais você encontra no Shopping Conservador...

A maior loja patriota do Brasil!!

Clique no link abaixo:

https://www.shoppingconservador.com.br/

O Brasil precisa de você!

Caso queira, doe qualquer valor ao Jornal da Cidade Online pelo PIX (chave: pix@jornaldacidadeonline.com.br ou 16.434.831/0001-01).

Assine o JCO:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar