desktop_cabecalho

O "show" de Tarcísio no Roda Viva e o desespero dos jornalistas lacradores (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Eu gostaria muito de estar na TV Cultura para ver a cara dos inúmeros jornalistas chapa-branca recepcionando o Tarcísio de Freitas, que já declarou que vai privatizar aquele elefante branco.

Com 62 anos de existência, a TV Cultura é uma emissora que se sustenta com o dinheiro dos paulistas mas só faz programas para os paulistanos.

Em seis décadas, os jornalistas engomadinhos nunca se deram o trabalho de fazer um programa sequer rodado e dirigido ao interior de SP – o 2º maior mercado publicitário do Brasil.

De volta ao programa Roda-Chapa-Branca, digo, Roda Viva, o pré-candidato foi provocado o tempo todo. Tirou de letra.

Sobre suas posições sobre segurança pública, Tarcísio respondeu assim, no twitter:

"O único pré-candidato que já esteve com um fuzil na mão trocando tiro sou eu. Essa experiência ninguém teve. Eu passei por isso no Haiti. Vi como a tomada de decisão em fração de segundos pode ser decisiva para a sua vida."

Sobre a urgente questão da Segurança Publica em São Paulo, o ex-ministro também declarou: 

"Prefiro investir em tornozeleiras eletrônicas para monitorar milhares de condenados soltos pelas ruas de S Paulo, do que em câmeras para monitorar nossos policiais. Reafirmando sua confiança na corporação."

E veja o "show" de Tarcísio no Roda Viva:

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.

Ler comentários e comentar