Alguém se lembra dele? Teori nega novo pedido de revogação da preventiva de José Dirceu

Sem rumo, perdido, abandonado e ressentido com lideranças do PT, sobretudo com Lula, com quem não fala desde antes de sua condenação no mensalão. 


No início teve ao seu lado o ‘setorial’ jovem petista. Jovens que organizavam manifestações de apoio e gritavam, em eventos petistas, ‘Dirceu, guerreiro do povo brasileiro’.

A revelação de que José Dirceu recebia propina, mesmo depois de condenado e enquanto militantes faziam ‘vaquinha’ para pagar uma multa imposta pela Justiça, foi traumatizante.

De qualquer forma ele permanece mudo... e preso, mas esperneando para sair.

Nesta quinta-feira (13) o ministro Teori Zavascki indeferiu novo pedido da defesa para a revogação de sua prisão preventiva.

‘O exame da pretensão será feito no momento próprio, em caráter definitivo, mormente porque já houve sentença condenatória, na qual foi mantida a prisão preventiva’, vaticinou o relator da Lava Jato no STF.

O decreto de prisão preventiva expedido pelo juiz Sérgio Moro demonstra que mesmo após o processamento da Ação Penal 470, Dirceu prosseguiu recebendo vantagens indevidas, o que ‘reforça os indícios de profissionalismo e habitualidade na prática do crime, recomendando, mais uma vez, a prisão para prevenir risco à ordem pública’.

Dirceu foi condenado em primeira instância por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa e está preso preventivamente desde agosto de 2015.

Dirceu, outrora um ‘guerreiro’, virou símbolo de corrupção, posto que só perderá para o ‘chefão’.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política