Declaração do ator Wagner Moura sobre Moro é fato ou boato?

Um post do jornalista e apresentador Rafinha Bastos movimentou as redes sociais nesta terça-feira (18).


Publicado no Facebook, Rafinha dizia: “Wagner Moura recusou interpretar o juiz Sérgio Moro em série da Netflix. ‘Não interpreto mau-caráter’, disse o ator que recentemente concorreu ao Globo de Ouro pelo papel de Pablo Escobar”.



Muitos jornais e sites embarcaram na postagem do ex-CQC e replicaram o conteúdo.

A jornalista Amanda Acosta, deste Jornal da Cidade, também caiu (veja aqui). Fez um artigo opinando sobre o assunto, dando credibilidade ao que foi afirmado por Rafinha, que é jornalista formado na PUC do Rio Grande do Sul, com um histórico na área, tendo atuado em diversos veículos de comunicação.

A jornalista, obviamente, também teve como base inúmeras declarações do próprio ator, considerando ‘golpe’ o impeachment de Dilma Rousseff, coisa típica de militante petista e condenando a Operação Lava Jato, que Moura tratou como ‘ódio cego por um governo que tirou milhões de brasileiros da miséria’.

Todavia, o diretor José Padilha, que prepara a série sobre a Operação Lava Jato, desmentiu a história, esclarecendo inclusive, que não houve negativa de Moura, pois sequer ele foi convidado para interpretar o papel.

São coisas que acontecem no mundo jornalístico.

O ator não declarou em momento algum que ‘não interpreta mau-caráter’.

Portanto, sobre Moro, Moura não falou, mas pensou...

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Variedades