A terrível encruzilhada do juiz Sérgio Moro

Não foi à toa que o juiz Sérgio Moro disse um dia que precisaria do apoio popular para dar continuidade aos ‘seus casos’.

A corrupção no Brasil é generalizada e envolve autoridades de todos os poderes.

O combate aos corruptos, conforme a ‘Lava Jato’ se propõe, tem um efeito devastador, um efeito ‘dominó’.

Na medida em que avança, atinge figuras até então intocáveis e vai despertando o medo e a angústia numa plêiade de autoridades, todas elas com algum tipo de envolvimento em ilicitudes e falcatruas.

Eduardo Cunha, o ex-todo poderoso presidente da Câmara dos Deputados, foi preso nesta quarta-feira (19).

Cunha está na política há décadas e conhece profundamente o submundo de Brasília.

No sexto dia após o recebimento do processo de Cunha, Moro, sem titubear, decretou a sua prisão.

O magistrado é um homem de muita coragem, mas que agora, mais do que nunca, precisará do apoio da sociedade.

A luta é extremamente árdua.

Todos os bandidos poderão se unir contra Moro.

E a bandidagem está espalhada por toda parte, em todos os partidos e em todos os poderes.

Gonçalo Mendes Neto

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários