Laudo da PF sacramenta a denúncia e Ilda ‘peito de ouro’ Machado fatalmente será cassada

O vídeo divulgado pelo Jornal da Cidade no dia 25 de setembro, quando a candidata a prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado Machado, descaradamente, comprava o voto de um eleitor, segundo laudo emitido pela Polícia Federal é autêntico, não foi editado.


Diante disto, a Justiça Eleitoral não terá outra coisa a fazer, senão a cassação do registro da candidatura da prefeita eleita e a consequente convocação de novas eleições.

Ex-prefeita da cidade, esposa do decadente coronel Londres Machado, mãe da insana deputada Grazielle Machado, Ilda, na desesperada tentativa de retornar ao cargo, partiu para a compra desenfreada de votos, utilizando, além de dinheiro vivo, como no caso do vídeo, combustível, cestas básicas e outras vantagens que eram oferecidas para os eleitores.

A compra de votos é uma agressão à democracia.

Felizmente conseguiram flagrar a impostora.

Fora Ilda!

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

Quem ainda não viu o vídeo. Veja abaixo:

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS