assinante_desktop_cabecalho

Maleta de Renan é fantástica, alta tecnologia em espionagem

Ler na área do assinante

Onze maletas foram apreendidas no Senado Federal. Provavelmente sua alta tecnologia era utilizada para espionar altas autoridades, ministros de estado, ministros do tribunais superiores e quem mais fosse interessante dentro dos planos maquiavélicos de Renan Calheiros.

O disparate é gritante, pois toda a estrutura da Polícia Federal do Brasil tem apenas duas destas maletas, que usa em suas operações, desde que com devida autorização judicial.

Nesta sexta-feira, Renan, desesperado, pediu ao ministro Teori Zavascki a imediata devolução de todo o seu aparato.

Para solicitar a devolução do material apreendido, o presidente do senado utilizou a argumentação de que a apreensão ‘põe em risco a salvaguarda da atividade legislativa’.

De acordo com um relatório, feito pela própria Polícia Legislativa do senado, obviamente a mando do próprio Renan, a falta dos equipamentos torna o Senado vulnerável. Pura balela!

Na realidade, quem está vulnerável é o próprio Renan. A PF sabe disso, Teori sabe disso e todo mundo sabe disso.

Por outro lado, o delegado de Polícia Federal Felipe Alcântara de Barros Leal, um diligente servidor público, peticionou ao ministro pedindo permissão para periciar as maletas.

A decisão está com Teori. Manda periciar ou devolve para Renan.

Que ele haja com independência.

É o que a sociedade espera.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar