Defesa de Lula passa a procurar pessoas com ligação com juiz Moro

Nenhum brasileiro de bem, sem comprometimento com o PT, tem dúvida da coragem, inteligência e idoneidade do juiz Sérgio Moro.


Também não há dúvidas de que a turma implicada na Lava Jato – incluindo-se Lula – já fustigou exaustivamente a vida do magistrado. Óbvio, que nada encontraram.

Entretanto, a nova estratégia da defesa de Lula é investir em pessoas que tenham algum tipo de ligação com o juiz.

Há cerca de 15 dias, uma reunião havida em São Paulo, foi intrigante e causou um enorme desconforto entre os procuradores da Lava Jato e demais integrantes da força tarefa.

Um cidadão tido como amigo de Sérgio Moro reuniu-se secretamente com Roberto Teixeira, advogado de Lula. Trata-se do advogado Luiz Delazari, de fato detentor de longa data da amizade de Moro.

O juiz, ao saber da reunião pela imprensa, mostrou-se surpreso, mas, após ouvir as explicações de Delazari, minimizou o fato através de uma nota: ‘Conheço o advogado Luiz Delazari, ex-secretário de Segurança Pública do Paraná, e ele é uma pessoa muito correta. O episódio em questão, na minha opinião, não tem a menor relevância’.

Delazari atualmente é assessor parlamentar do senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Requião é um dos poucos peemedebistas que apoiou Dilma até o impeachment e que levantou a bandeira do ‘golpe’.

O fato é que amigos de Sérgio Moro estão sendo procurados por pessoas interessadas em informações de qualquer ordem sobre o juiz.

Delazari, esse que foi flagrado no encontro com Teixeira, garante que nenhum assunto referente à Lava Jato foi abordado.

É de se duvidar...

Gonçalo Mendes Neto

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários

Mais em Denúncias