‘Bobalhão’ da imprensa tenta crucificar Moro

Na falta do que escrever, o colunista Reinaldo Azevedo decidiu publicar bobagens na Folha de S. Paulo, reiteradas nas páginas digitais da Revista Veja.

Na edição desta sexta-feira (04), serviu-se de malabarismos retóricos para urdir uma candidatura política do juiz Sérgio Moro.

"É candidato 'a alguma coisa'", decretou em desavergonhada elucubração.

Já no título, acusa Moro de ‘militância fora do tribunal’, rebola pra lá e pra cá na construção de um texto ao estilo intelectual-isentão para, em linhas últimas, sacar o martelo ferino e crucificar: ‘Ocorre que a gramática da Justiça exige uma isenção incompatível com a gramática da política’.

Não por acaso, cristão fidelíssimo, Reinaldo Azevedo é a nova Magnólia Leitão do jornalismo brasileiro.

Helder Caldeira

da Redação

Comentários