Wagner Moura assume postura de ‘ativista político’ e sai em defesa do MST (veja o vídeo)

O ator Wagner Moura assumiu definitivamente a postura de militante político.

Nesta sexta-feira (4) as polícias civil e militar de São Paulo invadiram a Escola Nacional Florestan Fernandes, do Movimento dos Sem Terra (MST), em Guararema (SP).

A atitude causou revolta na militância petista e dos ditos movimentos de esquerda, que acusa a polícia de ter invadido o local sem mandado de busca e apreensão.

Na realidade os policiais estavam diligenciando para o cumprimento de mandados de prisão contra líderes do MST que se encontravam no local.

Houve a tentativa de negociação, como os agentes foram impedidos de entrar no local, efetivaram a ‘invasão’ e efetuaram a prisão de dois membros do grupo.

Moura, inconformado, gravou um vídeo manifestando ‘repúdio’.

‘A invasão na escola Florestan Fernandes pela polícia é uma demonstração covarde de truculência, típica de regime de exceção’, disse o ator.

da Redação

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários