Debandada geral irá minguar bancada petista na Câmara Federal

A pretensão que a grande maioria dos deputados do PT alimenta desde o início do ano, de abandonar o partido e buscar abrigo numa nova legenda, conforme o Jornal da Cidade já havia previsto em abril (veja aqui) deve começar a se tornar realidade nos próximos dias.

Pelo menos 40 deputados já estariam propensos a deixar o PT, onde veem que as chances de reeleição são extremamente reduzidas, mormente agora, em função do resultado do último pleito eleitoral.

O grupo já negocia uma eventual adesão à Rede, até mesmo em função do pífio resultado eleitoral da legenda, o que dá maior poder de negociação para os desertores.

Outros partidos também estão na mira dos petistas, entre eles o PT do B.

A tendência é que a bancada petista fique reduzida a no máximo 20 deputados. Atualmente tem 58 e é a terceira maior bancada da Câmara. Passaria a ser a décima.

No senado, o prenúncio de uma revoada também se avizinha. Atualmente o partido conta com 10 senadores. Ao menos um já garantiu que está de partida, Paulo Paim, do Rio Grande do Sul.

‘Estou ameaçando sair do partido desde dezembro do ano passado. Eu disse na época à direção que o sonho havia acabado e que se nada fosse feito, se o partido não mudasse, seria o fim. Fiz o que pude, mas ninguém me ouviu. Agora, vou esperar até o final do ano. Até março quero estar em um novo projeto',  vaticina o senador.

Assim, tudo caminha para o esfacelamento da legenda, que fatalmente será extinta em caso de novo fracasso no pleito de 2018, o que parece certo.

A corrupção desenfreada venceu a 'esperança'.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política