Garotinho é preso

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho foi preso preventivamente na manhã desta quarta-feira (16) pela Polícia Federal.


A prisão é em decorrência da Operação Chequinho, uma referência ao programa Cheque Cidadão, que teria sido usado por candidatos à Câmara Municipal de Campos (RJ) para a negociação de votos.

Os suspeitos cadastravam eleitores no programa, sem que eles fossem avaliados por assistentes sociais.

Em outubro, três vereadores – Kellenson Ayres Figueiredo de Souza (PR), Miguel Ribeiro Machado (PSL) e Ozeias Martins (PSDB) – e a ex-secretária municipal Gisele Kock foram presos por suposta participação no esquema.

A prática nefasta teria aumentado em mais de 100% o número de beneficiários do programa.

O advogado de Garotinho, Fernando Fernandes, classificou a prisão como ‘abusiva’ e ‘ilegal’. 

A prisão foi decretada pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100ª Vara Eleitoral em Campos. 

Ultimamente o ex-governador vinha utilizando as redes sociais para afrontar o Ministério Público e a Polícia Federal.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Variedades