Enlouquecido, Lula quer a prisão de Moro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu ultrapassar todos os limites da pilantragem.


Auxiliado por advogados com pouquíssima intimidade com a ética e a decência, Lula teve a desfaçatez de propor uma queixa-crime no Tribunal Regional Federal da 4ª Região para que o juiz Sergio Moro seja condenado pela prática de abuso de autoridade.

Na petição a dupla insana de advogados, Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, genro e sogro, querem para o magistrado a detenção de dez dias a seis meses, a suspensão e a exoneração do cargo.

Na nota, os advogados afirmam que o artigo 16 da Lei 4898/62 autoriza a vítima de abuso de autoridade a propor uma ação penal contra um juiz.

A defesa alega que Moro cometeu os abusos por ter autorizado a condução coercitiva do ex-presidente.

A defesa de Lula tem travado uma cruzada para afastar Moro do caso. 

Lula é réu em três processos relacionados à Lava Jato. Um por tentar obstruir a Operação com a ajuda do ex-senador Delcídio do Amaral; outro por tráfico de influência, corrupção e lavagem de dinheiro por obras da Odebrecht em Angola e a liberação de crédito junto ao BNDES; e ainda outro por benfeitorias feitas pela OAS no tríplex do Guarujá (SP) e no transporte dos bens presidenciais..

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça