Recordista, Renan agora tem 12 inquéritos no STF

O senador Renan Calheiros foi contemplado nesta sexta-feira (18) com mais um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). É o décimo segundo de sua extensa e vergonha lista.


A motivação para mais uma investigação contra o presidente do Senado Federal  dá-se em razão de uma movimentação financeira suspeita de R$ 5,7 milhões. 

Aliás, tudo o que Renan faz é suspeito. É estarrecedor o quanto esse cidadão só sabe viver na promiscuidade.

Esse novo pedido contra Renan foi apresentado em fevereiro pela Procuradoria Geral da República e tramita em segredo de Justiça.

O que se sabe, por enquanto, é que o caso é oriundo de outra investigação relacionada ao suposto uso de notas fiscais frias para tentar justificar renda, naquele escândalo ocorrido em 2007, que motivou Renan, à época, a renunciar à presidência do Senado.

Desta feita, o MP encontrou indícios de ‘infrações penais tributárias’, como sonegação de impostos, relacionadas à venda de gado, e abriu uma nova frente de investigação específica para tal.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Política