Será que o pastor é somente estelionatário?

O

No domingo (17), o programa "Fantástico" da Rede Globo mostrou para todo o Brasil que Campo Grande, a maravilhosa cidade Morena, está sendo administrada por um perverso estelionatário. 

Tudo devidamente documentado, com investigações sérias comandadas pelo Ministério Público, inúmeros depoimentos de testemunhas e de vítimas, pessoas humildes ludibriadas pelo ilustre canastrão.

O detalhe sórdido, que não foi mostrado pela Rede Globo, é que além de corrupto e estelionatário, esse pastor é pedófilo.

Urge que o MP reabra o inquérito e investigue com mais denodo a questão da pedofilia.

Quem teve a oportunidade de ler os autos não tem dúvida de que este sujeito é uma devasso adepto de pedofilia e de outras sórdidas práticas sexuais.

SOBRE A PEDOFILIA

Infelizmente, os especialistas ainda não têm uma resposta clara que explique a pedofilia.

O pedófilo, como se sabe, é uma pessoa adulta que sente atração sexual por crianças e adolescentes.

Infelizmente não é fácil reconhecer um pedófilo. Isso porque geralmente é uma pessoa, aparentemente, comum e não possui características físicas que as diferenciem de outras pessoas. 

Evidentemente, se o pedófilo ocupa um cargo de relevância, detém poder e dinheiro, muito mais fácil se torna sua ação.

No caso de Gilmar Olarte, pode-se ver nas folhas 488 dos autos de Procedimento Investigatório Criminal (PIC), quando do pedido de prisão temporária de Ronan Edson Feitosa de Lima, o Promotor de Justiça Marcos Alex Vera de Oliveira argumenta: “De acordo com as diligências investigatórias, ficou demonstrada a existência de um esquema criminoso orquestrado pelo atual prefeito municipal Gilmar Antunes Olarte e Ronan Edson Feitosa de Lima (...)”.

Entretanto, com o prosseguimento dessas investigações, além do esquema criminoso que resultou na denúncia dos envolvidos em processo-crime, percebeu-se durante todo o desenrolar das investigações inúmeras alusões ao cometimento do crime de pedofilia, por parte do prefeito de Campo Grande, Gilmar Antunes Olarte. 

Analisamos meticulosamente todo o processo iniciado com as investigações do GAECO e percebemos a insistência com que o tema pedofilia aparece nos autos, sem que fosse feita qualquer provocação neste sentido, é incomum, preocupante, gravíssimo.

Vejam algumas passagens dos autos:

Fls. 1021 (PIC 02/2014-GAECO): “Observa-se na tabela de envio de SMS da linha telefônica utilizada por MAURO ALESSANDRO (pastor da igreja ADNA, de GILMAR OLARTE) para a linha telefônica utilizada por FABIO ROGERIO, o encaminhamento de mensagens de texto anteriormente remetidas por MAURO ALESSANDRO para GILMAR OLARTE – o conteúdo revela a existência de um DVD contendo vídeo de conversa mantida entre as pessoas de RONAN e SALEM, que poderia implicar GILMAR OLARTE com a prática de crime”.

Fls. 1090 (PIC 02/2014-GAECO):

No dia 25 de março de 2014, em diálogo telefônico mantido entre SALEM VIEIRA e MAURO ALESSANDRO (áudio 2597684), ambos voltam a fazer referência ao conteúdo do aludido vídeo (que supostamente estaria em poder de SALEM VIEIRA). Da interlocução extrai-se que o suposto vídeo teria conteúdo intimo, possivelmente relacionado a prática de atos sexuais. Ainda, SALEM VIEIRA refere-se a GILMAR OLARTE, bem como dá a entender que o ato sexual teria sido praticado com “menino” na casa dos 13 ou 14 anos de idade.”

Fls. 1024 (PIC 02/2014-GAECO):

“Na sequência, em áudio registrado no índice 2608053, captado em 04 de abril de 2014, SALEM VIEIRA orienta MAURO ALESSANDRO a não fechar nenhum acordo com o staff do prefeito”, evidenciando que havia negociação”.

“Apesar disso, o monitoramento telefônico revelou que SALEM VIEIRA teria efetivamente se encontrado com a pessoa de REGINALDO FREITAS, vulgo “COCA”, servidor comissionado lotado na Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais, o qual funcionaria como emissário de GILMAR OLARTE. Essa reunião seria para tratar pagamento dos cheques, bem como a entrega, pela pessoa de SALEM VIEIRA, do vídeo. Esse encontro foi intermediado por MAURO ALESSANDRO (áudios 2608442, 2608836 e 2609171).

 Fls. 1030 (PIC 02/2014-GAECO):

“Nesse sentido, o áudio 2611638 captado no dia 07 de abril de 2014, retrata diálogo entre as pessoas de MAURO ALESSANDRO e REGINALDO FREITAS. No diálogo, Reginaldo Freitas menciona de forma velada ter conversado com o “homem”, em referência a GILMAR OLARTE, para tratar da reunião havida com SALEM VIEIRA. Faz referência, ainda, ao interesse de GILMAR OLARTE em se apoderar do vídeo que estaria na posse de SALEM VIEIRA.”

Fls. 1031 (PIC 02/2014-GAECO):

A articulação promovida por GILMAR OLARTE para o pagamento dos cheques que estariam em poder de “agiotas” também está sendo retratada no áudio 2612171, captado na data de 07 de abril de 2014,  em que PAULO CESAR FEITOSA DE LIMA, irmão de RONAN EDSON FEITOSA DE LIMA, menciona a pessoa de RODRIGO GONÇALVES PIMENTEL (Secretário Municipal de Governo) como responsável pelo levantamento da dívida. No mencionado diálogo PAULO CESAR FEITOSA faz referência ao vídeo que estaria em poder de SALEM VIEIRA.

Fls. 1035 (PIC 02/2014-GAECO):

“No dia 08 de abril de 2014 foi captado diálogo entre SALEM VIEIRA e REGINALDO FREITAS (emissário de GILMAR OLARTE), onde explicitamente tratam não só do pagamento dos cheques que estariam em posse de SALEM VIEIRA, como também do vídeo que supostamente implicaria GILMAR OLARTE com a prática de crime”.

Fls. 1088 (PIC 02/2014-GAECO):

“No decorrer das atividades de interceptação, foram captados diálogos telefônicos que poderiam remeter à prática de crime de extorsão pela pessoa de SALEM PEREIRA VIEIRA.

Segundo se infere dos diálogos, percebe-se que a pessoa de SALEM VEIRA diz estar de posse de um registro de vídeo que supostamente poderia vincular a pessoa de GILMAR ANTUNES OLARTE com a prática de crime de estupro de vulnerável.”

“Nesse sentido, nos áudios 2575917 e 2578582, captados em 13 de abril de 2014 e em 14 de abril de 2014, referente a diálogo mantido entre as pessoas de SALEM VIEIRA e MAURO ALESSANDRO, ambos fazem referência ao vídeo que poderia estar de posse do primeiro. No contexto da conversa ambos os interlocutores citam as eventuais tentativas de comercializar o aludido vídeo, bem como utilizam o termo “aquele do chupisco” para fazer alusão ao conteúdo da gravação, em referência a suposto conteúdo intimo que poderia vincular GILMAR OLARTE a prática de crime”.

“No mesmo sentido, nos áudios 2582784 e 2582857, captados em 17 de abril de 2014, SALEM VIEIRA utiliza os termos “TARADO FILHO DA PUTA” para se referir a GILMAR OLARTE, bem como confirma que teria sido o autor do vídeo supostamente contendo cenas íntimas envolvendo tal pessoa. Em ambas as situações fica evidente que SALEM VIEIRA estaria utilizando a suposta existência desse vídeo para pressionar GILMAR OLARTE, na medida em que o estaria ameaçando de divulgar o conteúdo para a imprensa.”

Fls. 1095 (PIC 02/2014-GAECO):

“Diálogos captados em 07 de abril de 2014 (áudios 2611090, 2611096, 2611185, 2611189, 2611091, 2611184, 2611099, 2611155 e 2611188) retratam os preparativos do encontro entre SALEM VIEIRA e REGINALDO FREITAS, o “COCA”, emissário de GILMAR OLARTE.”

“A ciência de GILMAR OLARTE acerca da reunião ficou evidenciada por meio do diálogo captado no dia 07 de abril de 2014 (áudio 2611444), onde o mesmo conversa com a pessoa de REGINALDO FREITAS, o “COCA”, seu emissário. No diálogo REGINALDO FREITAS se refere a GILMAR OLARTE como “CHEFE” e reporta ao mesmo o teor do encontro com SALEM VIEIRA. Citam também a pessoa de EDSON GODOY (assessor de comunicação), que teria tido conhecimento do encontro, bem como teria ficado na incumbência de articular o pagamento junto a SALEM VIEIRA. Nesse mesmo diálogo evidencia-se o empenho de GILMAR OLARTE de articular o pagamento dos cheques e adquirir o vídeo que estariam em poder de SALEM VIEIRA.”

Fls. 346 (PIC 02/2014-GAECO):

DEPOIMENTO DE MAURO ALESSANDRO SOUZA DE FREITAS (Pastor da igreja ADNA)

“(...) que SALEM disse ainda que possuía um vídeo gravado, onde GILMAR OLARTE apareceria mantendo relações sexuais com meninas menores de idade, que SALEM disse para o declarante que o vídeo foi feito em uma festa, em uma chácara(...)”. 

(...) que presenciou SALEM xingando por telefone GILMAR OLARTE, bem como dizendo que “iria riscar a cara do mesmo, que em uma dessas ligações, SALEM colocou o telefone em viva voz e passou a acusar GILMAR OLARTE de ser “pedófilo”, que na ligação não percebeu qualquer indignação por parte de GILMAR OLARTE (...)”.

“(...) Bya (jornalista Bya Arraes) confidenciou para o declarante ter visto outro vídeo, gravado por uma mulher, onde GILMAR OLARTE apareceria mantendo relações sexuais com um menino excepcional (...)”.

Fls. 353 (PIC 02/2014-GAECO):

DEPOIMENTO DE RONAN EDSON FEITOSA DE LIMA

“perguntado se ele sabe de alguma situação fática, ou possui documento, que envolva o investigado GILMAR OLARTE com a prática de crime, prefere se manter em silêncio.”

Fls. 457 (PIC 02/2014-GAECO):

DEPOIMENTO DA JORNALISTA SONIA REGINA ARRAES CAPISTRANO (BYA ARRAES)

“(...) Que em determinado momento, MAURO ALESSANDRO disse para a declarante que iria abrir um vídeo contendo cenas de sexo envolvendo GILMAR OLARTE, que nesse instante, como os filhos da declarante estavam presentes, foi solicitado a MAURO que não exibisse o vídeo (...)”.

Fls. 813 e seguintes – Autos 0500336-46.2014.8.12.0001 TJ/MS

“(...) o áudio, captado em 08 de abril de 2014, retrata conversa mantida entre a pessoa de RODRIGO GONÇALVES PIMENTEL e o advogado CLAUDIO FRUET, de Brasília. No diálogo, Cláudio orienta RODRIGO PIMENTEL a atentar contra a integridade física “do cara do vídeo”, em alusão a pessoa de SALEM PEREIRA VIEIRA.

DIÁLOGO ENTRE O ADVOGADO CLAUDIO FRUET E RODRIGO PIMENTEL (áudio 2613229 de 08 de abril de 2014):

CLAUDIO: E segundo aquele cara que eu falei com você, aquele dia, que é o cara do vídeo, é o seguinte, esse tipo de pessoa, você tem que ter uma distância segura, se você tiver alguma desconfiança dele, a minha orientação é colocar pra FODER nele, entendeu?

RODRIGO: Entendi.

CLAUDIO: Dá uma SURRA... ameaçando, ai não tem meio termo, entendeu?

RODRIGO: Entendeu.

CLAUDIO: É porrada, não tem meio termo.

RODRIGO: Tá.

CLAUDIO: Eu nessa altura do campeonato, prefiro partir pra segunda opção, é PORRADA mesmo. Não tem conversa. Vai em cima, persegue o PAI, a MÃE, o IRMÃO, não tem conversa, se tiver que BATER, BATE. Daí, tem que ser gente boa pra fazer isso, tá?

RODRIGO: Tá.

MP: “Conforme consta no presente relatório, SALEM VIEIRA estaria de posse de um vídeo que supostamente ligaria GILMAR OLARTE a crimes. Esse vídeo, conforme áudios já destacados, estaria sendo negociado entre SALEM VIEIRA e emissários de GILMAR OLARTE.

Fls. 834 – Autos 0500336-46.2014.8.12.0001 TJ/MS

“No dia 25 de março de 2014, foi captado diálogo entre SALEM VIEIRA E PAULO CESAR FEITOSA DE LIMA, por meio do qual fazem referência ao aludido vídeo, o qual, segundo os interlocutores, conteria cenas de “pedofilia” (áudio 2597805). No diálogo os interlocutores fazem menção a pessoa do “prefeito”, e que o mesmo apareceria em conteúdo do vídeo.

Fls. 966– Autos 0500336-46.2014.8.12.0001 TJ/MS

Boletim de ocorrência

Comunicante: Joelson Sebastião Balejo de Arruda (Guarda Municipal)

Histórico do BO: Comparece nesta delegacia de polícia o comunicante informando que na data e horário acima mencionados, estava no culto da igreja ADNA (Assembleia de Deus Nova Aliança), quando o autor Salem Pereira Vieira chegou ao local dirigindo uma Camionete Amarock, placa NHP-0911, e foi até a entrada onde começou a desacatar a equipe da Guarda Municipal, xingando os Guardas de babacas e filhos da puta.

(...)

Ainda disse que o prefeito era pedófilo e sem vergonha. (...)”.

Fls. 294 – Autos 0500336-46.2014.8.12.0001 TJ/MS

(Audio 2583883) “Em tal diálogo RONAN EDSON menciona a suposta existência de um vídeo que conteria delitos que poderiam prejudicar GILMAR OLARTE, sendo que o próprio interlocutor (RONAN), denomina que apareceriam (Ele e Olarte) fazendo ‘coisas do inferno’.” 

Fls. 362 – Autos 0500336-46.2014.8.12.0001 TJ/MS

“SALEM relata ter um trunfo para cobrar de GILMAR , pois estaria de posse de alguns vídeos que comprometeriam a pessoa de GILMAR OLARTE, os quais demonstrariam o envolvimento tanto de RONAN quanto de GILMAR na prática de estelionato contra SALEM, bem como, envolvimento de GILMAR em uma possível prática de exploração sexual infantil”.

-------------------------------------

A Pedofilia trata-se de um crime de extrema perversidade, onde o bandido, o pedófilo, normalmente tem uma boa conversa, é atencioso, inteligente e com uma incrível facilidade de convencer as pessoas. Esses criminosos são perigosos, são verdadeiros psicopatas.

Um terrível perigo para a sociedade, especialmente quando o criminoso psicopata consegue atingir posto de alta relevância.

Campo Grande elegeu uma pessoa séria e bem intencionada. Foram quase trezentos mil votos. Um golpe deixou a cidade nas mãos de um estelionatário e pedófilo.

Cadê a nossa Justiça?

da Redação

da Redação

Comentários