assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Batochio, Zanin e Teixeira fizeram de tudo para serem presos por Moro

Ler na área do assinante

O objetivo pretendido pelos advogados do ex-presidente Lula não foi alcançado nas audiências realizadas esta semana na ‘República de Curitiba’.

O trio tentou armar uma ‘arapuca’ para o juiz Sérgio Moro.

Comportou-se de maneira indigna, desrespeitosa e sem qualquer decoro nas audiências.

Afrontaram o magistrado, pois pretendiam que Moro decretasse a prisão de qualquer um deles por desacato a autoridade.

De fato, Moro foi desacatado, especialmente por Batochio, ex-presidente da OAB e renomado criminalista paulista.

Basta ouvir as gravações dos embates entre Moro e a defesa de Lula, para atestar o que ora é dito.

A prisão pretendida, seria o pano de fundo para a representação de Lula na ONU e outros malabarismos jurídicos intentados pelo causídicos do mal.

Moro, cauteloso, em certos momentos exasperou – ninguém é de ferro – mas manteve o controle, ouviu as testemunhas, indeferiu as centenas de despropositadas questões de ordem da defesa e ignorou as eventuais ofensas.

O juiz tem um preparo extraordinário.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários