Em artigo na Folha, Grazziotin exalta 'ética' e pede renúncia de Michel Temer

No espaço cativo que tem todas as terças-feiras no jornal ‘Folha de S. Paulo’, neste dia 29, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) se diz impressionada com a ‘a contradição, a dissimulação e a tergiversação — cara de pau no linguajar popular’, explica a comunista.

Na sequência, a trepidante parlamentar cobra ética: ‘É assim que agem os protagonistas do golpe diante dos crimes confessos e já provados de concussão, tráfico de influência e advocacia administrativa. O que fica claro é que para eles o que importa não é, nem nunca foi, a ética, mas tão somente o poder, para que usem em seu benefício privado e dos setores econômicos que representam’.

Talvez ela tenha razão no que diz, mas certamente não tem razões para dizê-lo.

Vanessa Grazziotin foi uma das protagonistas da famosa e indecente ‘bancada da chupeta’, está envolvida em acusações de corrupção e nunca teve qualquer preocupação com a decência e a ética.

Por fim, ela conclui o seu artigo homenageando Fidel Castro.

‘Fidel se foi. Mas seu exemplo e seus ideais por um mundo livre das mazelas do capitalismo continuarão presentes’.

Não disse que ela é indecente...

Caso tenha ‘estômago’, clique aqui e leia o artigo na íntegra

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Opinião