Após ouvir conselhos do pai, Maia muda de atitude sobre pedidos de impeachment contra Temer

Bastou um final de semana no Rio de Janeiro para que o deputado federal Rodrigo Maia mudasse a sua opinião com relação aos eventuais pedidos de impeachment contra o presidente da República, Michel Temer.


Antes, mais precisamente na sexta-feira (25), Maia foi enfático, em entrevista à GloboNews (veja aqui) disse que não havia motivos para iniciar um processo de impeachment contra o presidente Michel Temer (PMDB). 

‘Com os fatos que nós temos e conhecendo o presidente Michel Temer, apesar de não ter ouvido ainda a tal gravação que o ex-ministro Calero fez com o presidente da República, um fato grave, não vejo nenhum motivo para a gente pensar em impedimento do presidente Temer de forma nenhuma’, afirmou o deputado.

O pai, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia, raposa velha, fez o presidente da Câmara reavaliar a questão.

O papo agora é diferente. Rodrigo Maia já fala em analisar o mérito dos pedidos de impeachment que forem apresentados contra o presidente Michel Temer.

Nesta segunda-feira (28), o PSOL protocolou o primeiro pedido de afastamento de Michel Temer. Ainda nesta semana, o PT, por movimentos sociais de esquerda, deverá ingressar com outro pedido envolvendo a denúncia do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de que foi pressionado a liberar um empreendimento em Salvador de interesse do ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima.

‘Vou analisar. Não deixarei esquecido. Vou verificar o mérito de cada um deles’. 

Orientado pelo pai, Maia quer usar o cargo para ter moeda de troca com Temer.

Altas maracutaias em vista.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política