Os aliados do réu

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira colocar no banco dos réus o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).


A votação que finalmente mandou o senador alagoano para o seu devido lugar, deu-se por 8 votos favoráveis versus três contrários.

Três ministros do Supremo Tribunal Federal, em razão do voto e por suas atuações anteriores parecem verdadeiros ‘aliados’ de Renan Calheiros.

Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, a ‘coincidência' é estapafúrdia.

Toffoli é uma piada, guindado ao Supremo pelos bons serviços prestados à organização protagonizada pelos governos do PT, além de parcial, é totalmente desnutrido de conhecimentos jurídicos. Uma aberração!

Lewandowski, recentemente foi criticado pelo próprio Mendes por sua encenação teatral no senado, contracenando com o agora réu. Um indisfarçável acinte à sociedade brasileira.

Mendes, por sua vez, é o ministro ‘politiqueiro’. Sempre metido em confusões, nesta quarta-feira (1º) no plenário do Congresso, tentou ironizar o juiz federal Sérgio Moro. Pura inveja!

Sem dúvida, um trio parada dura e intolerável.

Gonçalo Mendes Neto

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Opinião