Embate entre Gilmar Mendes e Marco Aurélio em torno de Renan, vai fazer tremer o STF

A sessão desta quarta-feira (7) do Supremo Tribunal Federal (STF) deverá ser extremamente tensa e prevê um embate que poderá ter contornos extremamente ásperos e de muita rivalidade, em razão da medida liminar dada pelo ministro Marco Aurélio de Mello, determinando o afastamento do Senador Renan Calheiros da presidência do senado.


Como prenúncio do que poderá acontecer, Mendes declarou nesta terça-feira (6), ‘É um caso de reconhecimento de inimputabilidade ou de impeachment de Mello’.

E foi ainda mais impiedoso com o colega, acrescentando ‘No Nordeste se diz que não se corre atrás de doido porque não se sabe para onde ele vai’. 

O fato é que a decisão de Marco Aurélio atende ao clamor da sociedade e não atende aos 'interesses' de Mendes.

Por outro lado, Mendes ao longo de sua história é digno de inúmeras decisões esdrúxulas, sempre muito criticadas. Por vezes favorecendo bandidos a ao arrepio da lei.

Além disso, ultimamente vem se posicionando como verdadeiro defensor de Renan e de suas estripulias.

É um ministro que usa o STF para fazer ‘política’ e atender interesses inconfessáveis como há muito tempo já havia alertado o ex-ministro Joaquim Barbosa.

Não tem a mínima condição de criticar a decisão de qualquer un dos demais ministros.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça