Janot prepara o 13º inquérito contra Renan no STF

Em seu voto proferido nesta quarta-feira (7) no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Marco Aurélio Mello encaminhou a integra de sua explanação para o procurador-geral da República, para que com base nele, Rodrigo Janot proceda a abertura de mais um inquérito e formule nova denúncia contra Renan Calheiros.


A motivação para tal seria a desobediência a ordem judicial.

O próprio Janot, em seu pronunciamento, deu o tom de como será efetivada a condução do caso pelo Ministério Público: ‘desafiar uma decisão judicial é desafiar as noções fundamentais do estado democrático de direito’.

E complementando: ‘é aceitar que poucos cidadãos podem escolher arbitrariamente quando, e se, se submeterão aos mandamentos legais e jurisdicionais’.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça