PF indicia Lula, a esposa e o advogado

Em sua abominável trajetória criminosa, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi indiciado nesta segunda-feira (12) em mais um inquérito da Polícia Federal.


Lula será investigado pelo suposto cometimento do crime de corrupção passiva.

A esposa do ex-presidente, o ex-ministro Antonio Palocci e mais três pessoas também serão investigados pela prática criminosa de lavagem de dinheiro.

Todavia, o que mais surpreende é a presença do próprio advogado de Lula na prática criminosa.

Os indiciamentos tratam de dois casos distintos: a compra de um terreno, que seria utilizado para a construção de uma sede do Instituto Lula e o aluguel do apartamento que fica em frente ao que o ex-presidente mora. A Polícia Federal defende que ambos os casos tratam de pagamento de propina da construtora Odebrecht, ao ex-presidente.

As investigações irão certamente demonstrar que o papel do advogado extrapolou os limites da advocacia para adentrar na cumplicidade delituosa.

Começa a ficar explicitada a motivação do comportamento aético e indecente dos advogados do ex-presidente nas audiências na ‘República de Curitiba (veja aqui).

Gonçalo Mendes Neto

redação@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política