Países onde Odebrecht operava e pagava propina, coincidiam com relações de Lula e do PT (veja a lista)

Os documentos que o Departamento de Justiça do Estados Unidos tornou público nesta quarta-feira (21) revelam os 12 países, incluindo o Brasil, onde o grupo Odebrecht operava e pagava polpudas propinas.

O dinheiro saia do departamento de operações estruturadas da Odebrecht, área responsável pelo gerenciamento de propina, segundo as investigações da Operação Lava Jato.

Os valores pagos pela empreiteira são ligados a mais de 100 projetos nesses 12 países. 

Coincidentemente, os países que participavam do esquema, eram aqueles cujos governantes detinham relação de extrema proximidade com o Partido dos Trabalhadores, especialmente com o ex-presidente Lula.

Veja a lista:

Angola

Argentina

Brasil

Colômbia

Equador

Guatemala

México

Moçambique

Panamá

Peru

República Dominicana

Venezuela

da Redação

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Internacional