Policial que matou Adriano está em estágio probatório na PRF

Coincidência ou não, logo após a publicação da matéria cobrando das autoridades policiais de Mato Grosso do Sul a divulgação do nome do Policial Rodoviário Federal que matou no início do dia deste sábado (31) o empresário Adriano Correia do Nascimento (veja aqui), proprietário dos restaurantes Sushi Express de Campo Grande (MS), o nome da figura foi revelado.

Trata-se de Ricardo Hyun Su Moon, de 47 anos de idade, novato nos quadros da Polícia Rodoviária Federal, aprovado no concurso público de 2014, estando portanto ainda em estágio probatório.

Diante do acontecido, a demissão é praticamente certa.

A atitude do PRF é injustificável e a tese aventada de Legítima Defesa não se sustenta. Não houve qualquer agressão por parte da vítima. Nem sequer agressão verbal, segundo testemunhas.

Por outro lado, cápsulas dos disparos de arma de fogo foram encontradas entre a Avenida João Rosa Pires e a rua 26 de Agosto, o que indica que, após a discussão no trânsito, houve perseguição e o policial seguiu efetuando disparos de longa distância, até conseguir acertar o empresário.

Ricardo Hyun Su Moon utilizou induvidosamente de força desproporcional numa ocorrência de cunho pessoal.

Uma clara demonstração de despreparo para andar armado.

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

da Redação

Comentários

Mais em Foco MS