Insano, jornalista do PT tenta dar caráter político a tragédia em Campinas (Veja o vídeo)

Paulo Henrique Amorim definitivamente não está nada bem. Outrora respeitado, perdeu definitivamente a noção do ridículo, do que é certo e do que é errado.


Que ele tenha suas desavenças com a Rede Globo e não goste da Operação Lava Jato, é até admissível, mas daí partir para acusações patéticas e desconectadas com a realidade, é um absurdo.  

Na Rede Globo, onde trabalhou vários anos, teve problemas que o fizeram deixar a emissora. Quanto a Lava Jato, é possível que tenha receio de ser alcançado, vez que recebeu muito dinheiro dos governos do PT por vias que estão sendo investigadas e que podem ter sido ilegais.

Aliás, a pratica de fazer acusações irresponsáveis sempre foi tônica na vida de P.H. Amorim.

Antes de aderir ao PT, ele mesmo, em 1998, foi processado pelo próprio Lula, pela acusação desferida no ‘Jornal da Band’ da compra de um apartamento e um carro por meios ilícitos, através de propina.

Um outro fato rumoroso, em que se envolveu, ocorreu em março de 2016, num vídeo que publicou no Youtube. Ele acusou a Polícia Federal de atuar de forma ‘golpista’, ‘irresponsável’, ‘subversiva’ e ‘criminosa’, sugerindo que a presidente Dilma demitisse todos os servidores do órgão, ‘do diretor-geral ao contínuo que serve cafezinho’.

Amanda Acosta

[email protected]

Veja o vídeo:

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades