Delação de Palocci tem potencial muito mais ofensivo que a de Cunha

Duas eventuais delações premiadas prometem incendiar ainda mais a Operação Lava Jato.


Eduardo Cunha, segundo Fabio Zanini da Folha de S. Paulo, ‘de sua cela curitibana, deve estar avaliando cenários com sua habitual frieza de jogador’.

Porém, tudo o que venha a ser dito pelo ex-presidente da Câmara poderá ser contestado, caso não tenha provas documentais convincentes.

Ele próprio perdeu o cargo e cavou sua sepultura em função de uma ‘mentira’.

Diferentemente de Antonio Palloci Filho, o ex-ministro de Lula e Dilma. Esta, certamente, será a mais abaladora delação para o PT e, fundamentalmente, para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-ministro conhecia os meandros de todas as práticas espúrias efetuadas pelo PT, Lula e Dilma. Teve participação decisiva e, incontestavelmente, sempre foi homem de confiança do partido e dos ex-presidentes. Conhece perfeitamente o caminho seguido pelo dinheiro sujo.

Além disso, Palocci foi durante a ‘era petista’, a pessoa mais próxima do próprio Lula e do poder.

Pallocci é, sem dúvida, a verdadeira delação do fim do mundo.

Gonçalo Mendes Neto

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política