Em decisão vergonhosa, STF suspende punição a juíza que manteve menor presa com 30 homens

A juíza Clarice Maria de Andrade Rocha que em novembro de 2007 cometeu a insanidade de permitir que uma adolescente de 15 anos, ficasse presa durante 26 dias numa cela com 30 homens, está livre de qualquer punição.


No episódio lastimável, a garota foi espancada e estuprada várias vezes.

A decisão que favorece a magistrada é do ministro Marco Aurélio Mello. Com isso, a ela poderá exercer suas funções daqui para frente sem nenhum problema e nenhum fato desabonador, como se nada tivesse acontecido.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça