assinante_desktop_cabecalho

Temer age e impede acordo de cooperação com a Suíça

Ler na área do assinante

A intenção da Procuradoria-Geral da República brasileira era criar uma força-tarefa em conjunto com o órgão análogo da Suíça.

Assim, em conjunto, iriam estudar minuciosamente uma infinidade de documentos já disponíveis, além de investigar suspeitos e promover delações premiada de envolvidos em esquemas de corrupção.

Porém, segundo revelou o site ‘UOL’, ‘uma troca de e-mails revela exigências feitas pelo governo brasileiro a autoridades do MP suíço’.

Ou seja, ‘para dar prosseguimento à parceria, lançada em março do ano passado, o Executivo do Brasil pediu o nome de suspeitos e a lista de potenciais alvos que poderão vir a ser investigados’.

A condição causou estranhamento, o pedido não foi acatado e o acordo de cooperação foi literalmente travado.

Fica o questionamento: Porque o governo de Michel Temer exigiu a lista de investigados e potenciais suspeitos?

A resposta é óbvia. Aliás, nem precisa responder.

da Redação

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários