Presidente do PT politiza velório e vulgariza ódio contra a Lava Jato

Uma nota de pesar de Rui Falcão, presidente do PT, é mais uma evidência de que o partido não medirá esforços para tentar tirar proveito político em função da morte de dona Marisa Letícia. Um flagrante desrespeito.


O dirigente partidário inicia sua missiva com extrema melancolia. ‘Foi ela quem costurou, com os retalhos que tinha em casa, nossa primeira bandeira’.

Na sequência, dá o tom aos ataques, dizendo que Marisa foi ‘uma das maiores vítimas dos cruéis ataques da elite brasileira’.

‘Rasgaram princípios caros ao Estado Democrático de Direito, como o da necessidade de provas em uma acusação. Quebraram sigilos pessoais de sua vida e de sua família, sem sequer uma prova’, prossegue em suas absurdas linhas.

A ex-primeira-dama era ré em duas ações penais na Justiça Federal de Curitiba.

“Companheira, seu nome ficará no coração de nossa bandeira. E é sob essa bandeira que continuaremos a lutar pelo projeto de construção de um novo Brasil. Nesse momento de muita dor, transmito, em nome dos milhares de militantes e simpatizantes do PT, nossos sentimentos de pesar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sua família e a todos aqueles que conviveram com a nossa querida Dona Marisa”, conclui Rui Falcão.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Política