A mais veemente crítica à profanação do cadáver de Marisa Letícia

Lula utilizou o velório da esposa para fazer um insano, débil e mentiroso palanque.


Nas redes sociais são inúmeras as críticas. O ex-presidente atingiu o cúmulo de apontar culpados pela morte da esposa.

A crítica mais veemente contra o ex-presidente veio do médico e senador goiano, Ronaldo Caiado.

O líder do Democratas no Senado disse que o petista se expôs ao vexame público.

Para Caiado, é inadmissível Lula inverter mais uma vez os papéis ao tentar acusar a justiça por seus crimes.

‘Lula não tem limites em sua capacidade de ser indecoroso. Conseguiu ir além mais uma vez desse limite ao profanar a própria viuvez e ousar atribuí-la a terceiros. Se alguém pode ser responsabilizado pelo infortúnio de dona Marisa, é quem a envolveu nesse mar de delitos, e que não soube (ou não quis) poupar a própria família’.

O parlamentar considerou um desrespeito ao país e a sua família seu discurso durante o velório de Dona Marisa. ‘Ao tentar politizar – e terceirizar – um drama que ele e somente ele produziu, expõe-se ao vexame público. Fez com a família o que fez com a pátria, semeando desordem e infelicidade. E agora quer acusar a justiça, na tentativa de inverter os papéis. O réu é ele, não a justiça. Lula, se não consegue respeitar o Brasil, deveria ao menos respeitar a sua família!’, finalizou.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política