Renata, a nora de Lula, era a mais intrigante desafeta de Marisa Letícia

Pouca gente fala, mas na intimidade familiar a ex-primeira dama Marisa Letícia vivia péssimos momentos.

Além dos problemas com a Justiça, a convivência com as pessoas mais próximas, ia muito mal.

Uma das principais desafetas era a esposa de Lulinha - Fábio Luís Lula da Silva - aquele que o ex-presidente rotulou como o ‘Ronaldinho dos negócios’.

A esposa Renata não escondia de ninguém sua antipatia e desprezo pela sogra.

Aliás, ultimamente, o próprio casal, Lulinha e Renata, viviam em verdadeiro ‘pé de guerra’.

A separação esteve na iminência de acontecer e uma frágil reconciliação teria sido intermediada pelo advogado Roberto Teixeira, compadre de Lula, apenas para evitar uma conturbada divisão de bens.

O outro filho, Luis Claúdio, alvo da operação Zelotes, refugiou-se no Uruguai, fato que provocou imensa tristeza na mãe. ‘Luleco’ era o ‘xodó’ de Marisa.

Assim, insatisfeita com o rumo que a família vinha tomando, ela vivia momentos de profunda amargura e tristeza.

Por outro lado, a derrota eleitoral de seu primeiro filho, Marcos Cláudio, enteado de Lula, candidato à reeleição na Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, também teria sido um outro fator que fragilizou bastante a ex-primeira dama.

Marisa não admitia a derrota do filho, sentia-se traída pela população, afinal, São Bernardo era o maior reduto eleitoral do PT e de Lula.

Enfim, neste ponto, Lula tem toda a razão, Marisa morreu triste...

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários