FHC é ‘a testemunha’ de Luiz Inácio nesta quinta (9)

Quem diria, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta quinta-feira (9) como testemunha de Paulo Okamoto, o mais ardoroso cúmplice do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


O caso dos autos diz respeito a devassa que Lula fez ao sair do Planalto, carregando um monte de coisas que não lhe pertenciam. Tudo transportado e depois armazenado pela Odebrecht, como parte da propina devida ao ex-presidente.

Numa tentativa de protelar o andamento processual, os advogados de Lula, alegando o falecimento da ex-primeira dama Marisa Letícia, pediram o adiamento da audiência. Moro indeferiu.

Nas lides processuais, normalmente quem é inocente procura dar celeridade ao processo. Lula, curiosamente, sempre tenta ganhar tempo, protelar e atravancar.

FHC será ouvido por videoconferência, a partir das 9 horas.

De acordo com Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, Fernando Fernandes, advogado do ‘japa’, diz que FHC será questionado, em primeiro lugar, sobre a importância histórica de um arquivo presidencial.

Serão feitas perguntas ainda sobre quem seleciona os objetos a serem levados dos palácios presidenciais - se o próprio mandatário ou uma secretaria especializada.

Os defensores de Okamoto vão perguntar também como a Fundação FHC mantém o acervo e se recebe contribuições de empresas privadas para isso.

Da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política