Político propõe o fim da visita íntima na cadeia (veja o vídeo)

‘Presídio não é motel pra criminoso’, sustenta com veemência o tucano paranaense Paulo Martins, que já exerceu mandato de deputado federal e atualmente é 1º suplente de sua coligação, podendo assumir o mandato brevemente e certamente iniciar um trabalho para eliminar o direito de visita íntima dos presidiários.


Na opinião do ex-deputado, o objetivo da iniciativa foi desvirtuado. Ou seja, quando a ‘visita intima’ foi criada, o objetivo era auxiliar na ressocialização, fazendo com que o preso mantivesse os laços familiares. Atualmente as mulheres dos presos servem como meio de comunicação deles com o mundo exterior, mantendo operante a conduta ilícita dos criminosos.

‘Quer manter o casamento, manter a família, mantenha-se livre’, afirma Paulo Martins.

Abaixo, veja o vídeo.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Variedades