Cabral cometia em média dois crimes por mês (veja o vídeo)

O homem que comandou o Rio de Janeiro durante 7 anos e 3 meses era um bandido perigoso e contumaz na prática de crimes de alto grau de periculosidade. Crimes sorrateiros contra o erário, em detrimento da sociedade.


Governou o estado numa época extremamente propícia, quando os milionários royaties do pré-sal inundavam os cofres públicos, e conseguiu literalmente quebrar o Rio de Janeiro.

A ganância, a irresponsabilidade e a insanidade de Cabral levavam-no a delinquir pelo menos duas vezes por mês. É o que se apurou até o momento.

Seu destino está traçado, depois de alguns anos de glória e farra, o xilindró será extremamente duradouro.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Política