desktop_cabecalho

Em duras palavras, presidente da CPMI joga "balde de água fria" nas intenções de Eliziane contra Bolsonaro

Ler na área do assinante

O presidente da CPMI do 8 de Janeiro, deputado Arthur Maia (União-BA), negou nesta terça-feira (15) pedido para votação de requerimentos pela convocação e a autorização para as quebras dos sigilos telemático e fiscal do ex-presidente da República, Jair Bolsonaro.

O pedido tinha o intuito de fazer a CPMI se debruçar sobre dados do inquérito da Polícia Federal que investiga a SUPOSTO venda, por assessores do ex-presidente, de joias e outros presentes de países árabes ao casal Bolsonaro.

Arthur Maia não acatou o pedido e disse não ver "qualquer nexo de causalidade" entre as denúncias recentemente divulgadas e os ataques do 8 de janeiro.

"Eu não consigo enxergar nenhum nexo de causalidade em relação com o que aconteceu no dia 8 de janeiro e com um presente que eventualmente, não estou dizendo que isso aconteceu, que o presidente teria recebido [...]. Eu não vou entrar nisso, isso não tem nada a ver com o 8 de janeiro. Não contem comigo para esse tipo de coisa", disse Arthur Maia.

Foi um "balde de água fria" nas intenções da relatora da CPMI, senadora Eliziane Gama (PSD-MA), que afirmou que o tema é objeto da CPMI e vai insistir para que seja investigado.

"Não há dúvida nenhuma que, por serem fatos correlatos, eles precisam ser aprofundados e investigados. Não é um fato novo. É sobretudo seguir aquilo que está hoje constando no nosso plano de trabalho", disse ela, em claro sinal de desespero.

A "caçada" ao ex-presidente está sendo cruel... Basta ver o que já aconteceu e vem acontecendo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Recentemente todas as ações, manobras e tramas do "sistema", que começaram muito antes das eleições de 2022, foram documentadas para que ninguém esqueça o que aconteceu e para que o tempo não "apague" essas lembranças.

Tudo está no polêmico livro "O Fantasma do Alvorada - A Volta à Cena do Crime".

O livro, que na verdade é um "documento", já se transformou em um arquivo histórico, devido ao seu corajoso conteúdo.

São descritas todas as manobras do "sistema" para trazer o ex-presidiário Lula de volta ao poder, os acontecimentos que desencadearam na perseguição contra Bolsonaro e todas as 'tramoias' da esquerda.

Eleição, prisões, mídia, censura, perseguição, manipulação e muito mais... Está tudo documentado.

Obviamente, esse livro está na "mira" da censura e não se sabe até quando estará a disposição do povo brasileiro...

Não perca tempo. Clique no link abaixo:

https://www.conteudoconservador.com.br/products/o-fantasma-do-alvorada-a-volta-a-cena-do-crime

A verdade não pode ser esquecida!

da Redação Ler comentários e comentar