Lula ataca a Câmara e a redução da maioridade penal

O ex-presidente Lula participou nesta sexta-feira (3) em Guararema (SP) da 5ª Plenária Nacional da Federação Única dos Petroleiros (FUP).  Recebido ao som de “Olê, olê, olá, Lula, Lula”, o ex-presidente vestia um macacão laranja, idêntico aos dos sindicalistas, com o nome “Lula” bordado em branco no canto esquerdo.

Lula criticou a redução da maioridade penal aprovada pela Câmara dos Deputados. Ele disse que o Congresso joga “nas costas de meninos de 16 anos” o que o Estado não faz.

“Será que o estado brasileiro cumpriu com as suas obrigações com os jovens de 16 e 17 anos?”, questionou Lula, para completar em seguida: “O estado que não cumpriu com as suas obrigações resolve acabar com a violência colocando moleque na cadeia”, declarou. Apesar da “dívida histórica” que apontou, do país com os jovens, ele afirmou que os governos petistas "avançaram muito".

Ele reconheceu, no entanto, que a redução tem o aval da maior parte da população. “Eu sei que é um tema que, se for para plebiscito, possivelmente ganha, assim como a pena de morte”, afirmou.

da Redação

Comentários