Transbordam as provas contra Lula

Os defensores de Lula nas redes sociais, na defesa insana que fazem do ex-presidente, costumam argumentar com o medíocre ‘mostra as provas’, ‘pega as provas e leva para o juiz Moro’ e assim por diante.

Essa militância é composta por uma multidão que teve benefícios durante os governos do PT e que foi preparada para ver o esquema de propina como algo em nome da ‘causa’.

Assim, qualquer um dos tesoureiros petistas, flagrados roubando, estava para esta militância atuando politicamente em nome de um projeto político. A grana arrecadada seria revertida em torno de algo maior. Os fins justificam os meios e pronto. Assim eles pensam. Aliás, uma característica da esquerda em todo o mundo.

As provas contra Vaccari e José Dirceu são robustas, testemunhais e documentais, mas nesta sexta-feira (5) a dupla foi saudada em São Paulo como ‘guerreiros do povo brasileiro.

Com Lula, um mito para essa gente, as provas são gritantes. A Revista Época, num minucioso trabalho jornalístico, aponta inúmeras, envolvendo diversas práticas criminosas.

Corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, crime contra a Administração Pública, fraude em licitações, cartel, tráfico de influência e obstrução da Justiça são alguns dos caminhos tortuosos percorridos por Lula.

Tudo lastreado por uma gama enorme de documentos. Extratos bancários, documentos fiscais, comprovantes de pagamento no Brasil e no exterior, contratos fajutos, notas fiscais frias, e-mails, trocas de mensagens, planilhas, vídeos, fotos, registros de encontros clandestinos e depoimentos incriminadores da maioria dos empresários que pagavam propina.

Para o PT e sua militância nada disso basta. Algo plenamente explicável, pois afinal de contas, são todos cumplices.

Quem tem alguma dúvida, clique neste link e leia com atenção a reportagem da Época.

É elucidativa e de fácil compreensão, menos para os petistas.

Amanda Acosta

[email protected]

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política

loading...