Fachin pediu ajuda aos irmãos Batista para ser ministro do STF

É o momento em que a sociedade deve refletir. A República está na lama e nossas autoridades não são confiáveis.


O próprio ministro Edson Fachin já confirmou que teve ‘ajuda pessoal da JBS’ para pedir votos aos parlamentares e ser aprovado para exercer o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Diz ele que, na época, não imaginava que as relações do grupo com o Congresso fossem promíscuas, pois caso soubesse, não teria aceito a ajuda.

Sem dúvida, muita ingenuidade do magistrado.

Na época, a sociedade já sabia que bilhões dos governos petistas haviam abastecido as contas dos irmãos Batista.

E, pior, quem circulou pelos corredores do Congresso de braços dados com Fachin, foi Ricardo Saud, tido como ‘o homem da mala de Joesley’.

A revelação foi feita hoje pelo jornal ‘O Globo’ (veja aqui).

A benevolência com os pilantras da JBS no acordo de delação premiada parece que está explicada.

É a lama!

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça