Para tentar salvar a própria pele, Temer entra em confronto direto com a Lava Jato

Fosse um homem republicano, Michel Temer teria escolhido estancar a sangria e salvar o pouco de institucionalidade que resta ao país.


Ao contrário, revelando-se patrimonialista e absolutamente irresponsável, Temer decidiu terminar de destruir as instituições ao, por exemplo, desferir um golpe mortal contra o Ministério da Justiça, o mais longevo da História do Brasil, com o único objetivo de sangrar a Polícia Federal e tentar esfarelar a Operação Lava Jato.

A vida neste país ficará cada dia mais difícil de agora em diante e o povo brasileiro amargará pelo menos mais uma década de desgraças e miséria... política, econômica e, principalmente, sociocultural.

As decisões de Michel Temer, com anuência de PMDB e PSDB, conduzirão o Brasil à barbárie. E não estou falando em meses ou anos. Estou falando na instalação do caos em questão de semanas.

Portanto, aproveitemos ao máximo a semana ‘mais ou menos’ que começa hoje. Porque não é possível afirmar que teremos outra assim.

O que vem pela frente é o apogeu de todos os nossos erros históricos.

Helder Caldeira

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Opinião