Estratégia demonstra que a hora de prender Lula está chegando

Qualquer estagiário de direito sabe que a situação jurídica do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é extremamente complicada. Aliás, não fosse Lula quem é, uma figura de grande apelo popular e detentor da liderança de um partido que possui uma militância sempre disposta ao enfrentamento e o controle de movimentos populares e sindicais organizados, certamente já estaria preso.


Na verdade, a prisão de Lula deve ser feita de maneira serena e na hora certa.

E de fato, o grupo de defensores e seguidores do petista vem se esvaziando gradativamente, a cada fato novo revelado.

O depoimento em Curitiba, no dia 10 de maio, quando o PT aguardava pelo menos 50 mil pessoas na Capital paranaense e não conseguiu reunir nem 10 mil, foi uma grande frustração, entre tantas que o PT vem sendo obrigado a absorver ao longo dos últimos tempos.

O próprio resultado eleitoral em 2016, quando o PT perdeu em todo o país, foi uma grande lição. A pior para um partido político. A lição das urnas.

Todos esses fatos vem enfraquecendo o partido e tornando o seu maior líder uma figura cambaleante.

Nesta sexta-feira (2) pela primeira vez a força tarefa da República de Curitiba pediu a prisão de Lula.

Dia 20 o processo segue para às mãos do juiz Sérgio Moro para a decisão final.

Será uma sentença histórica.

A hora aguardada está chegando e será o grande momento de redenção do Brasil.

Quem viver verá!

Gonçalo Mendes Neto

goncalo@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política