Procurador que jogou a carreira na ‘lata de lixo’, em novo áudio diz que enriqueceu muitos advogados

Um novo áudio do procurador da República Ângelo Goulart Villela, revela que o cidadão há muito caminhava no tortuoso caminho da corrupção, da propina e das falcatruas.


Na transcrição desse áudio aparecem detalhes do acerto de propina do executivo da JBS Francisco de Assis com o procurador e o advogado Willer Tomaz.

Tanto o procurador, quanto o advogado estão presos por determinação do ministro Edson Fachin.

A tal conversa foi monitorada pela Polícia Federal e ocorreu na casa do advogado.


Num dos trechos, o procurador se gaba de já ter ajudado muitos advogados e se referindo a Willer Tomaz diz ‘Eu já fiz muito colega dele ficar milionário’.

Veja abaixo o laudo da Polícia Federal com a transcrição da conversa. O documento foi obtido pela Revista Época:



Na sequência o trio discute outros detalhes da pratica delituosa e do ‘modus operandis’ para obstruir as investigações e favorecer o grupo JBS.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça