Bela e danada, deputada é acusada de torturar credor para se livrar de conta

Um caso inusitado envolvendo uma deputada federal do Amapá.


De acordo com a denúncia, ela teria mandado torturar um credor, com o objetivo de se livrar de uma conta.

Jozi Araújo, suplente que assumiu recentemente, desmente taxativamente a acusação, porém sua vida pregressa pouco recomendável e fatos envolvendo o episódio, levam a crer que ela realmente torturou para dar o calote.

A vítima é Noel dos Santos Almeida, que alega que durante a campanha eleitoral de 2014 emprestou R$ 35 mil para a esfuziante candidata.

Terminada a campanha, já no ano de 2015, ao tentar receber a grana emprestada, Noel não logrou êxito.

Assim, ele passou a cobrar insistentemente a então suplente de deputada.

Foi então que certa feita, três homens encapuzados sequestraram o denunciante e o torturaram, arrancando-lhe uma unha com um alicate e destilando inúmeras ameaças, ordenando que não incomodasse mais a bela Jozi.

O caso agora está sendo apurado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A atual deputada alega que Noel é ‘um psicopata e mentiroso’.

Entretanto, ele juntou aos autos três cheques sem fundo da parlamentar.

Sonsa, ela diz que não sabe como os cheques foram para na mão do ‘psicopata e mentiroso’

Quem é o (a) psicopata e mentiroso (a)?

Antonio Vaz de Azevedo

antonio@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política